Follow by Email

quarta-feira, 23 de março de 2011


De nada sabias e nem saberás,
Que eu o amo em segredo,
Na minha obscuridade tu viveras
Comigo uma fantasia de amor sem medo.

"Amar, é como entrar num labirinto, quando finalmente você consegue
sair, de novo você quer entrar"

Ímpulso alucinado, desejo descontrolado, amor entusiasmado!
De poeta e louco, todo mundo tem um pouco!
Mas, é muito bom sentir desejo, deixar a paixão tomar conta...
Hoje pensei muito em você, fiquei imaginando,
O quanto te quero, o quanto te desejo,
Dizem que sou louca, que vivo sonhando,
Que pareço uma menina, que vivo brincando,
Mas na verdade sou apenas sua amante...
Às vezes extremamente mulher, às vezes muito criança,
Fato que me incendeia que me entontece,
Paixão alucinante que me enlouquece.

Nenhum comentário:

Postar um comentário